SEROPÉDICA DEFINE PLANO DE COMBATE À DEPENDÊNCIA QUÍMICA

Conselho Municipal Sobre Drogas traça Políticas de Ação

 

Na última quinta-feira (19) a Câmara Municipal de Vereadores de Seropédica foi o palco de um acontecimento sem precedentes no munícipio, o Conselho Municipal Sobre Drogas, que é formado por representantes de diversos setores da administração pública e apoiado por organizações não governamentais (ONG’s), demonstrou à população as características que compõem o Plano Municipal da Política Sobre Drogas. Segundo o Presidente do Conselho, Miguel Jorge, o plano tem como principal objetivo esclarecer as diretrizes sobre a política municipal de combate às DSCN0084drogas, lícitas ou ilícitas.

Dentre as secretarias municipais que participam do Conselho, estão: a Secretaria de Segurança e Ordem Pública; Secretaria de Saúde e Defesa Civil; Secretaria de Assistência Social e Direitos Humanos e a Secretaria de Educação, Cultura e Esporte, representada pela Subsecretaria de Esporte e pelo PAIE (Programa de Atenção Integral ao Educando). Algumas organizações não-governamentais (ONG’s) que atuam na cidade também compareceram ao lançamento do Plano, estiveram presentes representantes dos institutos Vida Plena; Efraim; Vida Nova e Ebenézer.

O Subsecretário de Direitos Humanos, Jorge Moreira, ressaltou que após a implementação deste Plano a cidade de Seropédica terá suas próprias regras de combate à dependência química, deixando de atuar apenas baseada nas diretrizes Federais e Estaduais, ou seja, determinando as ações a partir das características da própria cidade, o que certamente proporcionará um diferencial positivo às ações.

A Prefeitura de Seropédica também atua no combate a. dependência química de forma preventiva, por meio de projetos sociais, um dos exemplos é a Escolinha de Futebol da Prefeitura, gerenciada pela Secretaria de Educação, Cultura e Esporte (SMECE) e coordenada pelo ex-atleta profissional e morador da cidade “Luisão”. O lema do projeto é “Bom na escola e bom de bola”, além das explicações técnicas a respeito do futebol os alunos também aprendem lições de cidadania.

Segundo o Prefeito Martinazzo é de extrema importância que as ações sejam realizadas através de parcerias, por isso várias secretarias estão envolvidas no processo. “Este plano tem a função de prevenir o envolvimento de crianças e jovens com as drogas, e também de dar suporte aos dependentes que estejam buscando a reabilitação. As ações do Plano se darão principalmente do ponto de vista da prevenção, através de um acompanhamento rigoroso de Assistentes Sociais, Psicólogos, Médicos, dentre outras especialidades, que por meio de um trabalho conjunto participarão da nossa Rede de Atenção Psicossocial. Os tratamentos oferecidos, juntamente com a ação dos projetos sociais, certamente nos auxiliarão na busca da erradicação deste problema”, afirmou.