PREFEITURA DE SEROPÉDICA REFORÇA AÇÕES DE COMBATE AO AEDES AEGYPTI

Para intensificar ainda mais o combate ao Aedes Aegypti, mosquito transmissor da dengue, chikungunya e zika vírus, a Prefeitura de Seropédica, através da Secretaria de Saúde e Defesa Civil dá continuidade à capacitação dos Agentes Comunitários de Saúde sobre formas de combater criadouros do mosquito. O objetivo principal é atualizar as informações sobre as doenças, para melhorar a forma de orientação aos moradores, seguindo todas as normas do Ministério da Saúde.

Durante as capacitações os Agentes Comunitários e Gerentes das Unidades Básicas de Saúde recebem orientações sobre as doenças e sobre os cuidados necessários com os pacientes, sendo em casos suspeitos ou já confirmados de portadores de uma das doenças transmitidas pelo Aedes Aegypti.

Martinazzo, prefeito de Seropédica, enfatiza que o combate ao mosquito Aedes Aegypti deve envolver toda a população. “Devemos estar preparados para essa guerra em que o mosquito é o inimigo mortal. Para isso, todos devem estar envolvidos, temos que envolver e conscientizar a comunidade sobre os cuidados com o mosquito”, afirma o prefeito.

O secretário de Saúde e Defesa Civil, Dr.º César Cilento, também destacou que o trabalho no combate ao mosquito necessita do apoio da população. “Nossos agentes sozinhos conseguem dar um suporte eficaz, entretanto, a população precisa entender que o criadouro do Aedes Aegypti está dentro de suas próprias casas. Locais com água parada contribuem para que o mosquito se crie. Temos que vistoriar todos os possíveis criadouros e limpá-los, eliminando o foco”, disse Dr.º César Cilento.

De acordo com Wagner Teixeira, diretor de Vigilância em Saúde, as capacitações já foram realizadas com os Agentes Comunitários de Saúde das Unidades Básicas de Saúde dos Bairros Boa Esperança, Fazenda Caxias, Mutirão, Peixoto, KM 39, Dom Bosco, Oza, Clínica da Família, São Miguel, KM 42, Santa Sofia, Incra, Fonte Limpa e Canto do Rio. “Além das capacitações teóricas, os Agentes de Saúde realizam aulas práticas, visitando locais com possíveis criadouros do mosquito”, explicou.

Focos dentro das casas

Não podemos descuidar. Isso porque o maior número de focos do mosquito transmissor continua sendo encontrado dentro de casa, nos pratos de plantas e ralos. E com o período chuvoso, é imprescindível intensificar os cuidados, mantendo tapadas as caixas de água e recipientes, colocando areia nos pratos das plantas e telando ou jogando água fervente nos ralos, pelo menos uma vez por semana. É preciso ainda manter o quintal limpo, descartando qualquer objeto que possa acumular água.

Onde são encontrados os focos

Os focos do mosquito Aedes Aegypti podem ser encontrados também em objetos que acumulam água como: latas de água, embalagens, copos plásticos, tampinhas de refrigerantes, pneus velhos, vasinhos de plantas, jarros de flores, garrafas, caixas d’água, tambores, latões, cisternas, sacos plásticos e lixeiras, entre outros.