PREFEITURA DE SEROPÉDICA REALIZA AÇÃO ANTITABAGISMO

Secretaria de Saúde esclarece cidadãos a respeito dos riscos de ser fumante

 

A Praça Nildo Romano, no centro de Seropédica, foi utilizada por agentes da Secretaria Municipal de Saúde e Defesa Civil (SMSDC) nesta quinta-feira (11) para a realização de uma ação Antitabagismo. Os funcionários da SMSDC realizaram panfletagem e prestaram esclarecimentos aos transeuntes a respeito dos riscos que a prática de fumar expõe tanto fumantes quando àqueles que estão próximos. Além desses esclarecimentos os cidadãos também foram informados em relação aos locais onde um fumante que deseja largar o vício pode procurar ajuda profissional em Seropédica.DSCN0867

Segundo Angélica Almeida, coordenadora do Programa Antitabagismo de Seropédica, há 5 anos o município atua com o Programa, em parceria com os Governos Federal e Estadual, por meio do Ministério da Saúde, com atividades ligadas ao INCA (Instituto Nacional de Câncer), e do Governo do Estado, através de Seminários e Palestras direcionados aos funcionários da Secretaria que atuam no projeto.

A cidade de Seropédica possui quatro Unidades Básicas de Saúde que oferecem atividades do Programa Antitabagismo, são estas: Campinho de Areia, Piranema, Canto do Rio e Campo Lindo (km 42). Todas funcionam das 08h às 17h. “Em todas as UBS que trabalham com o Programa Antitabagismo realizamos terapias individuais e de grupo, acompanhamento psicológico para entender o tipo de dependência, seja física, comportamental ou emocional, e posteriormente, a aplicação de medicamentos”, declarou o Secretário de Saúde e Defesa Civil de Seropédica, Dr.º Artur Corrêa.

O Secretário ainda ressaltou que além da preocupação com os fumantes existe também a preocupação com os fumantes passivos. “O Tabagismo Passivo acontece quando não-fumantes, em ambientes fechados, inalam a fumaça de derivados do tabaco, como cigarros, charutos, cigarrilhas, cachimbos, entre outros produtores de fumaça. A fumaça dos derivados do tabaco em ambientes fechados é denominada Poluição Tabagística Ambiental (PTA) e, segundo a Organização Mundial de Saúde (OMS), é a maior em ambientes fechados”, afirmou o Dr.º Artur Corrêa.

Os fumantes passivos correm sérios riscos à saúde, adultos não-fumantes, por exemplo, têm 30% de chances a mais de adquirir câncer de pulmão e um risco 24% maior de sofrerem infarto do coração, em relação a não-fumantes que não se expõem à fumaça. Nas crianças ocorre maior frequência de resfriados e infecções de ouvido, além do risco maior de desenvolverem doenças respiratórias como pneumonia, bronquite e agravamento dos casos de asma. Já nos bebês, aumenta-se em 5 vezes o risco de morrerem subitamente, fenômeno conhecido como “Síndrome da Morte Súbita Infantil”, e também eleva-se o risco de doenças pulmonares até 1 ano de idade, proporcionalmente ao número de fumantes da residência.

Campanhas como esta estão sendo realizadas em diversos bairros da cidade, conscientizar os cidadãos a respeito dos riscos de ser fumante é atuar de forma preventiva, evitando problemas futuros e, consequentemente, investindo na qualidade de vida das famílias, visto que os fumantes passivos também são afetados pela fumaça tóxica do cigarro. Buscamos antes de tudo a prevenção, mas também auxiliamos àqueles que desejam parar de fumar através de ações efetivas da Secretaria de Saúde”, assegurou o Prefeito Martinazzo.