PREFEITURA DE SEROPÉDICA E EXÉRCITO REALIZAM MUTIRÃO CONTRA O AEDES AEGYPTI

Agentes de combate a endemias e militares visitaram residências para conscientizarem a população

 

No último sábado, 13 de fevereiro, aconteceu o “Dia D de Combate ao Aedes Aegypti”, mosquito transmissor de doenças como a Dengue, a Febre Chicungunya e o Zika Vírus. A Prefeitura de Seropédica participou do evento por meio da coordenação de Combate a Endemias da Secretaria Municipal de Saúde e Defesa Civil (SMSDC), os funcionários da Prefeitura, juntamente com militares das Forças Armadas, realizaram panfletagem e orientação da população a respeito do Zika Vírus.12665658_923229547790371_3118897_n

O “Dia D de Combate ao Aedes Aegypt”, em Seropédica, contou com a presença do diretor municipal de Vigilância em Saúde Wagner Teixeira e do coordenador municipal de Combate a Endemias André Figueira, que representaram o secretário de Saúde e Defesa Civil, Dr.º César Cilento. Também esteve presente o gerente técnico de Endemias do Ministério da Saúde, Marcos Tupinambá.

No total, participaram da ação 277 pessoas, sendo 152 agentes de Combate a Endemias, 115 aspirantes a Oficiais e 10 soldados do Exército. Ao todo, 5817 residências foram visitadas.

12721766_923228464457146_1514747280_nOs bairros Fazenda Caxias e Boa Esperança foram percorridos pelos militares do Exército, que foram acompanhados pelos agentes de Combate a Endemias, que são conhecedores das áreas. Outros bairros, como Campo Lindo e Canto do Rio, por exemplo, foram percorridos pelos agentes de Combate a Endemias da SMSDC”, disse o secretário de Saúde e Defesa Civil, Dr. º César Cilento.

O prefeito de Seropédica, Alcir Martinazzo, agradeceu o apoio do Exército e destacou a importância deste trabalho para ajudar a erradicar o mosquito transmissor do Zika Vírus: “A campanha incentiva à conscientização da população a respeito dos deveres de cada cidadão na luta contra o Aedes Aegypti, cada um precisa cuidar de sua residência, dessa forma, se cada um fizer a sua parte e todos trabalharmos juntos, é possível evitar o Zika Vírus, a Dengue e outras doenças”, destacou Martinazzo.

De acordo com o Ministro da Saúde, Marcelo Castro, no Brasil foi declarada guerra ao mosquito Aedes Aegypti. “O objetivo é visitarmos 3 milhões de residências em 353 municípios. Os secretários-executivos, presidentes de estatais, prefeitos, governadores, 46 mil agentes de combate a endemias e 266 mil agentes comunitários de saúde também farão parte da ação”.12746012_923229071123752_2060028623_n

Cerca de 220 mil militares (160 mil do Exército, 30 mil da Marinha e 30 mil da Força Aérea) começaram a atuar, em fevereiro, no combate ao mosquito. Na primeira etapa da campanha os militares estão realizando panfletagem e orientações para evitarem a proliferação do mosquito, em seguida, 50 mil homens visitarão casas para fazerem inspeções, ainda segundo o Ministro Marcelo Castro.

 “O Exército esta empenhado nesta luta que é de todos e, está atuando em todo Brasil no combate ao mosquito transmissor do Zika vírus, da Dengue e da febre Chikungunya”, afirmou o Capitão Riquelme, do 2º RCG (2º Regimento de Cavalaria de Guarda da Vila Militar) do Exército.