PREFEITURA DE SEROPÉDICA COMBATE FEBRE AFTOSA COM VACINAÇÃO

Secretaria de Ambiente e Agronegócios aplica vacinas gratuitamente em animais

 

IMG-20160506-WA0005[1]A Prefeitura de Seropédica, por meio da Secretaria Municipal de Ambiente e Agronegócios (SEMAMA), em parceria com o Governo do Estado do Rio de Janeiro, através da Coordenadoria de Defesa Sanitária Animal, e com a Empresa de Assistência Técnica e Extensão do Rural do Estado do Rio de Janeiro (EMATER), iniciou nesta quinta-feira (05) a 1ª etapa da campanha de vacinação contra a Febre Aftosa em Seropédica.

De acordo com o prefeito de Seropédica, Alcir Martinazzo, depois de realizada a vacinação, a propriedade atendida receberá o comprovante de realização da vacinação contra Febre Aftosa, e o documento preenchido será encaminhado ao Núcleo de Defesa Sanitária, que é órgão controlador da vacinação do rebanho bovino em todo Estado do Rio de Janeiro.

O lançamento da campanha ocorreu no sítio Colinas de Piranema, de propriedade dos pecuaristas Luiz Studart eIMG-20160506-WA0006[1] Leonardo Studart, e contou com a presença do secretário municipal de Ambiente e Agronegócios, Ademar Quintella, e do subsecretário municipal de Agronegócios Elineu de Souza, além dos técnicos da Emater Barbara Brandt e Erich Quintella.

A comprovação da imunização dos animais é exigida para a emissão da Guia de Trânsito Animal (GTA), nos deslocamentos de bovinos entre propriedades, para exposições e abate em frigoríficos credenciados. Os produtores que não vacinarem ou não informarem os dados da vacinação estão sujeitos à multa e interdição. “A febre aftosa é uma doença bastante temida pelos pecuaristas, pois é uma das enfermidades animais mais contagiosas, e causa importantes perdas econômicas, por isso é fundamental que os pecuaristas imunizem todo o rebanho com idade entre zero e 24 meses”, enfatizou Ademar Quintella.IMG-20160506-WA0009[1]

Segundo o prefeito Martinazzo, a 1ª etapa da vacinação estará sendo realizada até 31 de maio. “De 05 a 31 de maio estaremos disponibilizando a vacina, de maneira gratuita, a criadores que possuem até 50 animais. A secretaria de Ambiente e Agronegócios também disponibilizará médicos veterinários para fazerem a aplicação das vacinas”, disse.

Por Hudson Glória

Fotos: Arquivo Ascom/PMS