CENTRO CULTURAL DE SEROPÉDICA É INAUGURADO

Na noite da última sexta-feira (22) a Prefeitura de Seropédica inaugurou o tão aguardado Centro Cultural de Seropédica (CCS). Idealizado pela Secretaria de Educação, Cultura e Esporte (SMECE), e coordenado pela subsecretaria de Cultura, a unidade cultural está em atividade na Fazenda Paraíso da Serrinha, localizada no quilômetro 52 da ant. Est. Rio-São Paulo (BR-465), próxima à praça de pedágio. A área onde está instalada o “centro de cultura” foi cedida pela empresa Prologis CCP, que também foi a responsável pela restauração do local. A empresa em questão já está em atividade no município de Seropédica.

Estiveram presentes na solenidade de inauguração o Prefeito Martinazzo, a secretária de Educação, Cultura e Esporte, Lúcia Baroni, osDSCN0628 secretários de Planejamento e Desenvolvimento Sustentável, Manoel Bulhosa, de Segurança e Ordem Pública, Fernando Martins, e de Obras, Fernando Barros, os Vereadores Aguinaldo Luís, Oscar Goulart e Dedé Bananeiro, a Reitora da Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro, Ana Dantas, a secretária de Educação de Itaguaí, Mara Lúcia, além da presença significativa da última proprietária da Fazenda Paraíso da Serrinha, Conceição Teixeira da Rocha.

O acesso à Cultura é essencial para a formação de um cidadão completo. Esperamos que as famílias tornem o Centro Cultural de Seropédica parte integrante de suas vidas, seja participando das atividades que serão oferecidas gratuitamente ou mesmo visitando o CCS como forma de entretenimento. Queremos dar mais opções culturais para uma cidade que já é rica em manifestações artísticas independentes, essa é mais uma vitória no que diz respeito a esse objetivo. Em breve Seropédica será uma referência cultural”, afirmou o Prefeito Martinazzo.

ccsA cerimônia de inauguração foi iniciada com uma explanação que abordava a concepção da subsecretária de Cultura, Nádia Alvarez, a respeito da vocação cultural de Seropédica, interligando-a a importância da implantação do novo aparelho de cultura da cidade. Após esta etapa, como não poderia deixar de ser, as atividades culturais “tomaram conta da festa”. Apresentações de ballet, esquetes teatrais, sarau de violinos, apresentação da Fanfarra Municipal (FAMUSE) e um Flash mob com a participação de toda equipe da subsecretaria de Cultura foram apenas algumas das atividades que abrilhantaram a noite de inauguração do Centro Cultural de Seropédica.

Seropédica vive hoje um ciclo virtuoso para um novo patamar de crescimento e desenvolvimento. Com a inauguração do CCS a SMECE chama para si a responsabilidade de consolidar definitivamente as linguagens da arte e da cultura como efetivos agentes de transformação da consciência social. Deste Casarão vamos expandir nossa cultura e nossas realizações artísticas por todos os recantos do município e da região, e por onde mais o nosso trabalho repercutir. Através do CCS a Prefeitura de Seropédica busca se consolidar como real condutora da transformação social em nosso Município” disse Lúcia Baroni.

Após as diversas manifestações culturais o Prefeito Martinazzo realizou Descerramento da Placa Inaugural, em seguida todos puderam visitar o interior do CCS, onde foram recebidos pelo Coral da subsecretaria de Cultura, assistiram a uma apresentação de dança e contemplaram o vernissage – A Matriz Indígena na Diversidade Cultural Brasileira – com pinturas e esculturas do artista plástico Ronaldo Pucchineli, além de conhecerem uma sala temática que conta a história de Seropédica através de mapas, objetos e roupas da época a qual a cidade surgiu.DSCN0657

Com entusiasmo recebemos a notícia de que teríamos o primeiro equipamento de Cultura no Município, sonho de todos nós! A Inauguração do CCS é o reconhecimento do que já foi feito e o que ainda está por vir na gestão do Prefeito Martinazzo no que se refere à Cultura, consolidado com o apoio da Secretária de Educação, Cultura e Esporte, Lúcia Baroni, apoio este sempre presente na experiência dinâmica e diária do trabalho pedagógico, bem como na troca do fazer artístico cultural”, comemorou Nádia Alvarez, subsecretária de Cultura de Seropédica.

O Centro Cultural de Seropédica irá oferecer espaço para atividades comunitárias, entretenimento e aprendizado, oferecendo várias oficinas gratuitas, como: Ballet; Dança de salão; Violino, Violoncelo; Cavaco; Violão; Flauta; Sax; Teatro; Cinema; Contação de histórias; Corte e costura; Adereços; Desenho; Grafite; Atividades circenses; Sapateado; Jazz; Stileto; Bateria; FAMUSE; Canto; Coral; Samba, entre outras, totalizando 26 modalidades. O CCS é composto por um Centro de memória, salão de exposições, almoxarifado de figurinos, ateliê, salas de contação de história e suporte técnico, além de teatro.