UPA DE SEROPÉDICA EM PAUTA

Reunião realizada nesta terça-feira discute a abertura da UPA de Seropédica

O secretário de Saúde e Defesa Civil de Seropédica, Dr.º César Guimarães, se reuniu na manhã desta terça-feira (18) com representantes do Ministério da Saúde e do Conselho de Secretarias Municipais de Saúde do Estado do Rio de Janeiro para discutir o início das atividades da Unidade de Pronto Atendimento (UPA) de Seropédica.

1 (16)Participaram da reunião Virgílio Parreira, superintendente de Gestão de Unidades Pré-Hospitalares do Estado do Rio de Janeiro, Liliane Brum, apoiadora da Rede Cegonha do Ministério da Saúde, Anderson Fagundes, do Ministério da Saúde, e Manoel Santos, do Conselho de Secretarias Municipais de Saúde do Estado do Rio de Janeiro (COSEMS-RJ), além de representantes da secretaria municipal de Saúde e Defesa Civil.

A preocupação da Secretaria de Saúde de Seropédica consiste no fato de que os custos mensais da UPA ficarão em torno de 1.500.000,00 reais. Deste valor o Governo Federal financiará 50%, o Estado 25% e o Município 25%. “Sem a garantia de repasse dos órgãos Federais e Estaduais ficamos preocupados com a abertura da UPA”, enfatizou o secretário.

Dr.º César Mateus exemplificou os casos de São João de Meriti, em que a UPA está fechada por falta de repasse de recursos federais e estaduais, assim como a de Queimados, em que o Estado teve que assumir a gestão, pois o custo para manter aberta a UPA impossibilita que o custeio seja exclusivo do Município. “Esta reunião foi importante para discutirmos os custos de funcionamento da UPA e a responsabilidade de cada esfera, Federal, Estadual e Municipal, no custeio da unidade”, afirmou o secretário.

De acordo com Anderson Fagundes, do Ministério da Saúde, atualmente há orçamento para custeio da unidade, porém não há financeiro. “A expectativa é que até o final do ano tenhamos financeiro para iniciarmos as atividades da UPA”, declarou.