SEROPÉDICA SEDIA FÓRUM DOS CONSELHOS DE SAÚDE DA REGIÃO METROPOLITANA I

Fórum debate situação atual da saúde nos municípios

 

A situação atual da saúde da Região Metropolitana I, que engloba os municípios de Seropédica, Duque de Caxias, Belford Roxo, Magé, Itaguaí, Japeri, Mesquita, Nova Iguaçu, Nilópolis, Queimados, São João de Meriti e Rio de Janeiro, foi discutida no Fórum dos Conselhos de Saúde da Região Metropolitana I, realizado nesta quinta-feira (07) no Auditório da Maternidade Municipal de Seropédica.

Segundo Miguel Jorge Gomes de Oliveira, presidente do Conselho Municipal de Saúde de Seropédica, um dos objetivos deste primeiro Fórum é integrar as ações da área de saúde entre os 12 municípios da região, Estado e governo federal. Miguel destacou que as demandas dos municípios serão apresentadas na Reunião Estadual dos Conselhos de Saúde, a ser realizada no próximo dia 11.

Durante o Fórum o diretor da Maternidade Municipal de Seropédica, Dr.º Hailton Falocci, apresentou os projetos ‘Doulas Voluntárias’, ‘SOS Bebê On Line’ e ‘Criação de Métodos Eficazes no Controle dos Gastos do Material Hospitalar’, a serem implantados na unidade e, aproveitou para pedir apoio ao Conselho Municipal de Saúde. “Estamos implantando aqui na Maternidade três projetos importantíssimos e inovadores que dizem respeito ao apoio à gestante e ao cônjuge nos cuidados com a criança; à Avaliação conjunta e correta em tempo real entre os pré-natalistas das Unidades Básicas de Saúde e a equipe plantonista da maternidade; e  ao controle de gastos com materiais hospitalares, além disso, estamos reiniciando a realização da cirurgias ginecológicas”, informou.

Como funciona cada projeto:

 

Doulas Voluntárias: A Doula como mulher experiente e munida de conhecimentos técnicos necessários sobre a gravidez dará orientação física e apoio emocional às gestantes e familiares antes, durante e após o parto. Para a realização do projeto será realizado o 1º Curso de Treinamento Básico para Doulas Voluntárias de Seropédica. “A iniciativa tem como objetivo valorizar o parto natural e garantir o parto seguro às mulheres. Essas voluntárias não executam qualquer procedimento médico, não fazem exames e nem mesmo cuidam da saúde do recém-nascido. Não substitui qualquer dos profissionais envolvidos na assistência do parto” declarou Dr.º Falocci.

Projeto SOS Bebê On Line: O Projeto propicia a unificação técnica na resolubilidade dos procedimentos obstétricos oferecidos às mulheres munícipes de Seropédica, graças a uma avaliação conjunta e correta em tempo real entre os pré-natalistas das Unidades Básicas de Saúde e a equipe plantonista da Maternidade Municipal, utilizando para tal a videoconferência. “Durante a consulta de Pré-Natal os médicos e enfermeiros poderão tirar dúvidas e pedir orientações sem qualquer perda de tempo, aumentando as chances de sucesso na detecção precoce de patologias que coloquem em risco o binômio materno-fetal e no tratamento das patologias obstétricas”, esclareceu Falocci.

Projeto Criação de Métodos Eficazes no Controle dos Gastos do Material Hospitalar: Visa um maior controle quantitativo e qualitativo dos gastos e para isso serão criados Kits onde será encontrado todo o material básico necessário para cada procedimento, tais como o Kit Cesárea, Kit Parto Normal com episiotomia, Kit Histerectomia, Kit Laparotomia Lei Nº 9263 e Kit Wintercuretagem. “Ao final do mês basta cruzar informações com a estatística dos procedimentos executados e teremos o total do material gasto, ou que deveria ter sido gasto, qualitativa e quantitativamente, tornando o gerenciamento de falhas mais pontual”, disse Dr. Falocci.