SEROPÉDICA NA LUTA POR UM MELHOR ATENDIMENTO BANCÁRIO

Representantes da Prefeitura de Seropédica e da ACIAPS são recebidos por diretor da FEBRABAN

 

A luta por uma melhoria dos serviços prestados pelas instituições financeiras que atuam em Seropédica continua acirrada. Com o objetivo de ratificar a mudança no horário de funcionamento dos bancos na cidade e apresentar outras reivindicações, o secretário de Planejamento e Desenvolvimento Sustentável, Manoel Bulhosa, juntamente com o subsecretário de Indústria e Comércio e o presidente da Associação, Comercial, Industrial e Agropastoril de Seropédica (ACIAPS), Fábio Cavalcante e Adriano Amaral, respectivamente, participou de uma reunião com a diretoria da FEBRABAN na sede da instituição, em São Paulo.

Adriano Amaral aproveitou a oportunidade para entregar um documento apresentando as principais reclamações dos clientes de bancos da cidade, entre elas constam a negativa de recebimento no caixa para pagamento de fatura ou depósito inferior ao valor de R$ 1.000,00; negativa de abertura de poupança, forçando o cliente a procurar um correspondente bancário; imposição do uso do caixa eletrônico; negativa de abertura de conta jurídica na agência do Banco do Brasil; demora no atendimento; falta de porta giratória; negativa de recebimento de contas de luz e água.1.2

O diretor adjunto de operações da FEBRABAN, Walter Tadeu, garantiu que o horário de atendimento bancário na cidade de Seropédica será das 10h as 16h em todas as agencias da cidade. “Os bancos já foram informados a afixarem cartazes informando o novo horário de funcionamento que entrará em vigor a partir do dia 25 de maio, as demais reclamações serão analisadas e em breve buscaremos soluções junto às agências bancárias”, afirmou.

A negociação da mudança de horário de funcionamento é fruto da parceria entre a Prefeitura de Seropédica, através da Secretaria de Planejamento e Desenvolvimento Sustentável e a ACIAPS, que buscaram apoio da FEBRABAN para adequar o horário distorcido que acontecia entre as agências, onde os Bancos Itaú e Bradesco fechavam às 15 horas e a Caixa Econômica Federal e o Santander às 16 horas. “Nosso objetivo é garantir um melhor atendimento a população e aos comerciantes. Por isso buscamos negociar com a FEBRABAN e as agências bancárias uma adequação no horário de atendimento”, afirmou Fábio Cavalcante.

Manoel Bulhosa argumenta que o fechamento das agências às 15h não atende totalmente aos interesses de grande parcela da população. “A ampliação do expediente de funcionamento em mais uma hora vêm ao encontro de expectativas não só da clientela, mas também dos setores produtivos, como por exemplo, o comércio”, destacou.

Para o Prefeito Martinazzo é importante sempre buscar formas de solucionar os problemas da população e dos comerciantes locais. “Sempre que possível buscamos formas de atender tanto a população quanto aos comerciantes que nos trazem suas demandas. A mudança no horário de atendimento bancário para encerramento as 16 h beneficiara grandemente a todos”, enfatizou.