SECRETARIA DE SAÚDE ESCLARECE DÚVIDAS SOBRE OFERTA DE VACINAS EM SEROPÉDICA

Ministério da Saúde diminui repasse de imunológicos

 

O Ministério da Saúde, por meio da Coordenação–Geral do Programa Nacional de Imunizações, enviou a milharesComunicado Vacinas de prefeituras de todo o país, incluindo a Prefeitura de Seropédica, o comunicado Nº 319/2015, onde o órgão afirmava o não envio ou o envio em menor quantidade de algumas vacinas oferecidas pelo Programa, o que, consequentemente, prejudicou a oferta dessas vacinas nas unidades de Saúde dos municípios em questão, inclusive Seropédica.

Como demonstração de respeito aos cidadãos seropedicenses, e visando esclarecer fatos sobre a distribuição das vacinas, a Prefeitura de Seropédica, por meio desta publicação, dá publicidade às informações contidas no comunicado enviado pelo Ministério da Saúde em 15 de outubro de 2015.

No texto em questão a secretaria de Vigilância em Saúde do Ministério da Saúde, mais precisamente o Departamento de Vigilância das Doenças Transmissíveis, esclareceu que a vacina contra Hepatite A não seria enviada aos municípios devido à indisponibilidade do produto em estoque, e que o órgão aguardaria os trâmites administrativos necessários para a normalização da distribuição, o que ainda não ocorreu, segundo informações da secretaria municipal de Saúde e Defesa Civil.

Vacinação-HPVO comunicado também afirmava que, em relação à vacina contra Hepatite B, seriam enviadas aos Estados para redistribuição aos municípios, apenas 55% da cota mensal e, que a posterior distribuição dependeria do cumprimento do cronograma de entrega estabelecido pelo Instituto Butantan, instituição responsável pela fabricação das vacinas.

A notificação do Ministério da Saúde também explicava que, em referência à vacina Dupla Adulto, seriam enviadas aos Estados, após a distribuição inicial de 500.000 doses, apenas 26% da cota mensal nacional, já a vacina DTPa-CRIE, segundo a mesma notificação, não estava sendo distribuída desde abril de 2015 devido a problemas de abastecimento relacionados à produção mundial da vacina e indisponibilidade de fornecedores que pudessem atender à demanda brasileira.

Baseado nas informações acima, o secretário de Saúde e Defesa Civil de Seropédica, Dr.º César Cilento, afirma que a Prefeitura de Seropédica, de acordo com a normalização da distribuição das vacinas por parte do Ministério da Saúde, voltará a oferecer as vacinas regularmente e em maior quantidade, atendendo assim às demandas das diversas unidades de Saúde do Município.

Trata-se de uma questão que, por enquanto, está além do nosso alcance, assim que o Governo Federal normalizar a distribuição das vacinas aos Estados, e os Estados fizerem os repasses aos municípios, teremos nossa oferta de vacinas normalizada na rede pública municipal de Saúde”, assegura o prefeito de Seropédica, Alcir Martinazzo.

Por Hudson Glória

Fotos: Arquivo Ascom/PMS

Sobre Assessoria

Check Also

Prefeito Anabal Barbosa realiza atendimento à população de Seropédica

O prefeito Anabal Barbosa, assim como é característico de seu governo, está ouvindo e atendendo …

%d blogueiros gostam disto: