SECRETARIA DE ASSISTÊNCIA SOCIAL E DIREITOS HUMANOS DE SEROPÉDICA RECEBE MAIS DOIS VEÍCULOS

A Prefeitura de Seropédica, através do Fundo Municipal de Assistência Social, adquiriu um novo veículo para a Secretaria de Assistência Social e Direitos Humanos, além disso a própria secretaria adquiriu outro veículo com recursos do Governo Federal – MDS – Índice de gestão descentralizada do programa Bolsa Família. Os dois carros são do modelo Gol CL MC completo.

Martinazzo, prefeito de Seropédica, disse que o trabalho que a Secretaria de Assistência Social e Direitos Humanos desenvolve no município realiza visitas permanentes às comunidades, por isso há grande necessidade de locomoção por parte dos profissionais do setor, e os dois carros ajudarão nessa assistência.  “Adquirimos estes dois novos veículos com o intuito de melhorar cada vez mais os serviços oferecidos à população, precisamos estar atentos aos equipamentos da Prefeitura, pois eles servem exclusivamente à população, sendo assim, respeitando os impostos que são pagos pelos contribuintes, temos que oferecer sempre a melhor estrutura possível aos nossos munícipes, por isso renovamos esses equipamentos. As mudanças na qualidade do trabalho desenvolvido e no atendimento à população certamente serão visíveis”, assegura o prefeito Martinazzo.

A secretária Neuza Cezário contou que os veículos chegam em boa hora para cobrir com maior eficiência o município dentro do plano estratégico de trabalho da Assistência Social. “A Secretaria de Assistência Social e Direitos Humanos recebe esses dois novos veículos entendendo que são importantíssimos para o desenvolvimento do nosso trabalho, já que atuamos com quatro unidades do CRAS (Centro de Referência da Assistência Social), os cinco Núcleos da Melhor Idade, o Conselho Tutelar, a Casa da Criança, o NIAM (Núcleo Integrado de Atendimento à Mulher) e o Centro de Referência Especializado de Assistência Social (CREAS), além do acompanhamento de famílias realizado pelo serviço de Proteção e Atenção Integral a Família (PAIF) e pelo serviço de Proteção Especial a Famílias e Indivíduos (PAEF), feitos diretamente pelas equipes dos CRAS E CREAS para garantir a proteção social dos beneficiários do programa bolsa família, que exige deslocamentos constantes de nossas equipes”, disse.