PREFEITURA DE SEROPÉDICA NA LUTA CONTRA A HANSENÍASE

Equipe ESF Incra realiza palestra de esclarecimentos à população

 

DSCN9965Durante a última quinta-feira (16) os moradores do bairro Incra e outros munícipes que compareceram ao Posto de Saúde do bairro Incra, obtiveram, por meio de palestras e atividades teatrais, informações esclarecedoras referentes à Hanseníase. A doença se caracteriza principalmente pelo surgimento de manchas ou caroços na pele que são dormentes e não doem. Segundo dados apresentados na palestra, no ano de 2014 ocorreram 24000 casos da doença no Brasil.

A palestra e o teatro foram apresentados por voluntários do Movimento de Reintegração das Pessoas Atingidas Pela Hanseníase (Morhan), em parceria com a Appai (Associação dos Professores Públicos Ativos e Inativos do Estado do Rio de Janeiro) e fazem parte do Programa Rio Sem Hanseníase. O Morhan é uma entidade sem fins lucrativos com atividades voltadas à eliminação da Hanseníase, por meio da conscientização e do foco na construção de políticas públicas eficazes na prevenção, diagnóstico, tratamento e reabilitação de pessoas atingidas pela doença.DSCN9957

Nosso objetivo é divulgar os sintomas e as formas de prevenção à doença, no intuito de fazer com que pessoas com suspeita de Hanseníase venham se tratar, além de evitarmos o surgimento de novos casos. Os agentes comunitários de saúde fizeram a divulgação da palestra na comunidade, o objetivo principal é levar informação às pessoas, por isso estenderemos esse projeto às escolas municipais para conscientizar o público infantil”, declarou a Dr.ª Marinéia Moreira, coordenadora do Programa Municipal de Combate à Hanseníase.

Outros pontos esclarecidos pelos palestrantes foram às formas de contágio e os tratamentos a serem realizados, além de uma abordagem estratégica referente à questão do preconceito em torno da doença. Ainda de acordo com a palestra, o tempo de tratamento se difere devido à intensidade da doença, em pacientes com até 5 manchas no corpo o tratamento dura de 6 meses há 1 ano, caso existam mais de 5 manchas a terapia vai de 1 ano à diante, dependendo das condições de cada enfermo.

DSCN9971Ficamos muito gratos em receber instruções a respeito da Hanseníase, sabemos que a doença existe, mas não sabíamos as formas de contágio e como tratar a doença, por isso aprovo essa iniciativa da Prefeitura de Seropédica, pois esclarece as dúvidas dos moradores”, afirmou Dona Maria Júlia, moradora do bairro Incra.

Os voluntários do Morhan foram auxiliados pela equipe de trabalho da unidade de saúde, que é composta pela Coordenadora Raquel Stepple (Enfermeira), a Dr.ª Maristela Mendes (Clínica-Geral e Dermatologista), o Dr.º Evandro Capitão (Pediatra), a Dentista Priscila Rosário e pela Técnica de Enfermagem Valéria Barcelos, além de 5 agentes comunitários de saúde (ACS).

Além de investirmos na estrutura de saúde de Seropédica também estamos investindo na prevenção de doenças através de ações de conscientização como essa, é importante que as pessoas saibam fazer o primeiro diagnóstico e assim procurem as unidades de saúde mais rapidamente, o que aumenta a efetividade dos tratamentos”, afirmou o Prefeito Martinazzo.

Sobre Assessoria

Check Also

Prefeito Anabal Barbosa realiza atendimento à população de Seropédica

O prefeito Anabal Barbosa, assim como é característico de seu governo, está ouvindo e atendendo …

%d blogueiros gostam disto: