PREFEITURA DE SEROPÉDICA INCENTIVA A PROFISSIONALIZAÇÃO

Mais cursos do Pronatec serão abertos no município

Além dos investimentos próprios em prol da capacitação profissional a Prefeitura de Seropédica busca através de programas e recursos federais e estaduais, a possibilidade de ofertar aos munícipes cursos profissionalizantes e atividades que promovam a complementação de renda. O Pronatec (Programa Nacional de Acesso ao Ensino Técnico e Emprego) é um dos exemplos, ministrado no município por meio de uma parceria entre as secretarias municipais de Assistência Social e Direitos Humanos e de Trabalho e Emprego, o projeto incentiva a profissionalização e já auxiliou inúmeros moradores a ingressarem ou serem reinseridos no mercado de trabalho.

A abertura de turmas do Pronatec em Seropédica se deu a partir de 2012, porém, o diferencial das turmas que serão abertas em 2015 é a amplitude de áreas a serem exploradas, no total 11 cursos serão ofertados a população, são eles: Regente de Coral; Regente de Banda; Assistente de Produção Cultural; Corretor de Moda;Maquiador Cênico; Artesão de Pintura em Tecido; Recepcionista; Costureiro Industrial do Vestuário; Cozinheiro Industrial; Auxiliar de Biblioteca; Porteiro e Vigia.

A capacitação profissional influencia a vida das pessoas de forma muito positiva, proporcionando a possibilidade da realização de sonhos e auxiliando muitos cidadãos a se desviarem da marginalidade, investir no currículo de uma pessoa é algo muito valioso, que afeta positivamente à sociedade em geral”, declarou o prefeito Martinazzo.

As turmas serão formadas com no mínimo 15 alunos e aulas serão realizadas na unidade de Itaguaí do SENAC (Serviço Nacional de Aprendizagem Comercial), no CTUR (Colégio Técnico da Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro) e na unidade de Paracambi do IFRJ (Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio de Janeiro). Em breve serão divulgadas no site oficial da Prefeitura de Seropédica (www.seropedica.rj.gov.br) as datas de início e encerramento das inscrições.

Algumas vagas serão direcionadas a pessoas desempregadas, participantes da EJA (Educação e Jovens e Adultos) e pessoas cadastradas em programas sociais, como Bolsa Família e Mulheres Mil, por exemplo. Em um esforço conjunto o direcionamento dessas pessoas aos cursos se realizará por meio das secretarias de Trabalho e Emprego (desempregados), Assistência Social (programas sociais) e de Educação, Cultura e Esporte (EJA).