PREFEITURA DE SEROPÉDICA FISCALIZA DENÚNCIA DE VAZAMENTO DE CHORUME DO CTR SANTA ROSA

A pedido do prefeito Martinazzo equipe da Secretaria Municipal de Ambiente e Agronegócios vistoriou local

 

Por meio de uma denúncia anônima realizada neste domingo, 21 de fevereiro, o secretário de Ambiente e Agronegócios de Seropédica, Ademar Quintella, tomou conhecimento de um suposto vazamento de chorume no Centro de Tratamento de Resíduos (CTR) de Seropédica, que segundo o denunciante, já ocorria desde dia anterior.

cho1Assim que tomei conhecimento avisei ao prefeito Martinazzo e convoquei o subsecretário de Ambiente Luciano Santoro e o veterinário Elineu Souza, juntos fomos fazer a inspeção. Logo que chegamos vimos que o valão que passa em frente ao CTR Santa Rosa estava com chorume, confirmando o vazamento. A empresa demorou cerca de 20 a 30 minutos para liberar nossa entrada, porém, assim que chegamos ao local constatamos que houve um grande vazamento, poluindo os córregos e valões da região, podendo ter contaminado o Aquífero Piranema, além disso, encontramos cachorros e marcas de patas de gado ao redor de um córrego e dentro da área da empresa, o que vai contra os padrões de segurança”, afirmou o secretário Ademar Quintella.

Ainda de acordo com o secretário, a empresa Ciclus, responsável pela administração do CTR Santa Rosa, informou que já havia informado ao INEA sobre o vazamento, porém, até que a equipe da SEMAMA deixasse o local, nenhum técnico do INEA havia comparecido até o Centro de Tratamento de Resíduos. Também de acordo com a empresa, houve uma queda de energia, que somada ao não funcionamento de um gerador e o grande volume de chuvas, ocasionou o transbordamento de uma das Elevatórias de armazenamento. Vale ressaltar de cada Elevatória armazena de 70.000 a 100.000 metros cúbicos de chorume, e que todas as denúncias encaminhadas a Prefeitura de Seropédica são verificadas pela Secretaria Municipal de Ambiente e Agronegócios (SEMAMA), que pela primeira vez constatou uma real irregularidade.

A Prefeitura de Seropédica foi o primeiro órgão a chegar ao local das denúncias e, através da SEMAMA encaminhou 6 Notificações e 2 Constatações à empresa. “A SEMAMA já está realizando estudos para mensurar o dano ambiental que pode ter sido causado pelo vazamento de chorume, esses estudos serão confrontados com o relatório do Instituto Estadual do Ambiente (INEA), pois se trata do órgão que concedeu as licenças de funcionamento ao CTR Santa Rosa, contrariando a vontade da população e da Prefeitura de Seropédica, que por meio da Secretaria de Ambiente e Agronegócios já havia constatado os perigos da instalação do Centro de Tratamento no local”, certificou o prefeito Martinazzo.cho2

O prefeito Alcir Martinazzo, bem como o secretário Ademar Quintella, técnicos e alunos da Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro (UFRuralRJ), e grande parte da população de Seropédica, se mostraram contrários à instalação do CTR Santa Rosa desde o início do projeto, pois estudos técnicos realizados pela Secretaria Municipal de Ambiente e Agronegócios (SEMAMA) comprovaram o possível risco de contaminação do Aquífero Piranema no caso de um acidente, porém, a vontade de todos os envolvidos foi contrariada pelo INEA (Instituto Estadual do Ambiente), que concedeu ao Centro de Tratamento de Resíduos às licenças necessárias ao início do funcionamento.

Na lista de Notificações e Constatações confeccionada pelos técnicos da Secretaria Municipal de Ambiente e Agronegócios constam as seguintes atestações:

Notificações da Prefeitura de Seropédica à empresa Ciclus, responsável pela administração do CTR Santa Rosa:

  • Comprovar, junto à empresa fornecedora de energia elétrica, o dia e horário exato da queda de energia.
  • Comprovar qual a capacidade dos tanques da Elevatória de Chorume.
  • Informar porque o gerador do CTR não funcionou e quando o funcionamento foi normalizado.
  • Informar a precipitação ocorrida nos dias 19, 20 e 21 de fevereiro.
  • Entregar a notificação encaminhada pela empresa ao INEA, onde foi informado o dia e horário que o órgão foi informado sobre o transbordamento.
  • Informar a quantidade de Chorume transbordado da Elevatória de Chorume.

Autos de Constatação da Prefeitura de Seropédica à empresa Ciclus, responsável pela administração do CTR Santa Rosa:

  • Transbordamento de Chorume “in natura” da Elevatória de Chorume existente dentro do CTR para o córrego externo ao Centro de Tratamento de Resíduos.
  • Presença de animais (caninos e bovinos) dentro do pátio do CTR.

 

O prazo de resposta da empresa à Prefeitura de Seropédica, para as Notificações e Constatações, é de 48 horas.

Está caracterizado dano ambiental com o vazamento de Chorume sobre o Aquífero Piranema. O local onde ocorreu o transbordamento não possui mantas de contenção, o que nos leva a crer que provavelmente o projeto foi licenciado pelo INEA de maneira inadequada. Vamos mensurar os danos para avaliarmos quais poderão ser as medidas compensatórias cabíveis para a minimização dos prejuízos do impacto sobre o aquífero“, declarou Ademar Quintella.

Por Hudson Glória

Fotos: Arquivo Ascom/PMS