MARTINAZZO CONCEDE ENTREVISTA PARA ALUNOS DO PROJETO SEROPÉDICA IN CENA

Alunos do 9º ano participam de projeto de produção de documentário

Com uma câmera na mão alunos do 9º ano do Centro de Atenção Integral a Criança e ao Adolescente (CAIC) Paulo Dacorso Filho foram recebidos na última sexta-feira (13) pelo prefeito Martinazzo para uma entrevista que fará parte do documentário produzido por eles para o projeto ‘Seropédica In Cena’.2 (22)

Agitados devido à ansiedade e ao nervosismo, os alunos Brendo Machado, Matheus Santos e Gabriel Nolasco, do 9º ano do Centro de Atenção Integral a Criança e ao Adolescente (CAIC) Paulo Dacorso Filho, realizaram a entrevista para a produção do documentário ‘Os benefícios e Malefícios do CTR Santa Rosa para Seropédica’. A entrevista faz parte do projeto idealizado pela Secretaria de Educação, Cultura e Esporte (SMECE), através da coordenadora de Filosofia Luiza Baroni.

O grupo gravou a entrevista na Sala de Reuniões do Gabinete do Prefeito, onde são recebidos secretários e demais autoridades.

Segunda a professora monitora do projeto, Gisele Figueiredo, o roteiro foi elaborado pelos próprios alunos, que tiveram o interesse em entrevistar pessoalmente o prefeito Martinazzo para que ele pudesse falar sobre a CTR Santa Rosa, instalada no município. “Eles ficaram muito empolgados com a resposta positiva do prefeito em recebê-los e ansiosos pela chegada do dia da entrevista“, contou a professora.

O prefeito Martinazzo agradeceu o empenho de todos e destacou o aspecto coletivo do projeto. “É um trabalho conjunto, resultado da união de esforços, e com foco no futuro destas crianças e adolescentes que um dia poderão vir a assumir a Prefeitura desta cidade, especialmente quando pensamos na reflexão que ele provocou em mentes tão jovens”, ressaltou o prefeito Martinazzo, que parabenizou os alunos e organizadores do projeto pela qualidade do trabalho realizado.

O secretário de Ambiente e Agronegócios, Ademar Quintella, também concedeu entrevista aos alunos.

SEROPÉDICA IN CENA

A Prefeitura de Seropédica, através da Secretaria de Educação, Cultura e Esporte (SMECE) encontrou uma forma diferente de incentivar os alunos a produzir textos, inserir tecnologias no cotidiano escolar e aprimorar a capacidade de comunicação. Com o projeto “Seropédica In Cena”, a proposta foi mobilizar os estudantes do 9º ano de escolaridade a desenvolverem documentários abordando temas livres.

Visando a formação integral do aluno, o projeto tem como finalidade a elaboração de um documentário que será roteirizado, dirigido, atuado e produzido por alunos da rede municipal. “O objetivo do projeto é a produção de documentários e vídeos, com base na interação professor, aluno e sociedade como ferramenta didática para despertar o interesse e ensinar história, geografia e literatura regionais”, explicou Lúcia Baroni, secretária de Educação, Cultura e Esporte.

Ao longo dos últimos meses os alunos aprenderam a utilizar recursos audiovisuais para produzirem um documentário, além de participarem de aulas de atuação, roteiro, direção e produção. “Essas aulas, além de trabalhar o corpo, a voz e a criatividade, também trazem benefícios ao estimular o aluno a ler e a escrever”, destacou Luiza Baroni, coordenadora do projeto.

O projeto Seropédica In Cena terá sua culminância nesta quarta-feira (18), às 14h, no Anfiteatro Gustavo Dutra, localizado no prédio principal da Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro (UFRRJ), onde todos os documentários serão apresentados.